BLOG

  • Má oclusão dentária na infância: prevenção e tratamento.

    Entenda a importância de perceber e tratar a má oclusão dentária na infância.

    A infância é o período mais importante para o desenvolvimento de todos os seres humanos. Por isso, os pais são responsáveis e devem tomar todos os cuidados com as crianças. Você já viu aqui como a má oclusão é prejudicial em nosso dia a dia até na fase adulta, agora vamos explicar como a má oclusão dentária na infância pode ser ainda mais nociva e com danos, às vezes, irreversíveis.   COMO PREVENIR? A prevenção é o primeiro passo para evitar as dificuldades relacionadas à má oclusão na infância. É fundamental que a criança tenha um acompanhamento de rotina com o dentista para diagnósticos e previsões de crescimento e mudanças nos dentes e em todo o sistema bucal. Esse desvio das arcadas dentárias provoca o desalinhamento quando os dentes se conectam, causando dores e desconforto. Muitas vezes é o resultado de uma combinação de fatores que englobam:
    • Condições genéticas;
    • Maus hábitos de mastigação;
    • Uso excessivo de chupeta ou mamadeira;
    • Transtornos na amamentação;
    • Sucção de dedos;
    • Má-formação dos maxilares.
      O TRATAMENTO O tratamento da má oclusão na infância, como a maioria dos tratamentos odontológicos nas crianças, causam certo tipo de medo nos pais e nos filhos, porém, utilizando as ferramentas corretas e com um acompanhamento profissional de qualidade, os pacientes acabam entendendo que todo o processo causará muitos benefícios se o tratamento for realizado o mais rápido possível. Alguns tipos de tratamentos podem ser feitos a partir até de 4 anos de idade, sem a necessidade de usar aparelhos. O mito de que qualquer tipo de tratamento odontológico será traumático, ainda mais durante a puberdade (período de descobertas, explosão hormonal e grande oscilação de personalidade), pode ser desmentido facilmente em apenas uma consulta com um dentista especialista.   CURIOSIDADES E BENEFÍCIOS Entre algumas curiosidades características dos tratamentos de má oclusão dentária na infância estão:
    • A Ortopedia Funcional dos Maxilares é uma especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Odontologia e criada especialmente para estes tratamentos;
    • Os aparelhos não ficam presos aos dentes, não chamam atenção e são indolores;
    • A extração de dentes permanentes é uma alternativa quase inutilizada em casos tratados;
    • O índice de crianças que não se adaptam aos aparelhos é quase nulo;
    • Os tratamentos são financeiramente acessíveis;
    • O tratamento precoce evita cirurgias e diminui consideravelmente a necessidade de uso de aparelhos fixos;
    • Melhora na mastigação, respiração, durante o sono e na qualidade de vida.
      Não deixe o tempo agravar as lesões e os incômodos causados pela má oclusão dentária na infância. Procure um especialista Ortopedista Funcional dos Maxilares e melhore a qualidade de vida da sua criança ou adolescente.

    Facebook Comments