BLOG

  • Cirurgia Ortognática – Será que eu preciso?

    Descubra o que é, quais os benefícios e para quem é indicada a cirurgia ortognática.


    Utilizada tanto para fins estéticos como de saúde, a cirurgia ortognática pode ser resumida como uma modificação de posição do maxilar, gengiva e queixo. Ao realizar um procedimento como este, será notória a diferença na aparência.

    Até mesmo a definição etimológica explica o que é. Seguindo as definições encontradas no site Origem da Palavra:

    Orto é do Grego ORTHÓS, “certo, correto, adequado”. E “GNATHOS” é uma derivação da palavra maxilar.
     
    Como saber se é indicada para mim?

    A cirurgia ortognática pode solucionar diversos tipos de desarmonia facial estética, mas é pensando no posicionamento correto do maxilar para eliminar os problemas que o tratamento deve ser realizado. Analisando a maçã do rosto, nariz, queixo, maxilar e mandíbula, já se pode entender a necessidade ou não de uma cirurgia, e a causa desses males, muitas vezes, é o crescimento desequilibrado dos ossos que envolvem toda a estrutura facial.

    Você já viu aqui que a má oclusão dentária é um problema comum na vida dos brasileiros, e muitos sofrem por não saberem como realizar o tratamento adequado. Em casos de alta complexidade, a mordida é prejudicada afetando ainda mais o dia a dia dos pacientes. Nestes casos as cirurgias ortognáticas são indicadas para uma solução realmente funcional.
     
    Quais são os benefícios?
    • Simetria facial;
    • Autoestima estética;
    • Diminuição de dores;
    • Correção na mordida;
    • Prevenção de problemas futuros;
    • Correção de traumas e anomalias;
    • Diminuição de desgaste nas articulações.
     
    Como funciona a cirurgia ortognática?

    Antes de qualquer tipo de procedimento, é fundamental e indispensável a realização de exames com profissionais especializados na área. O esclarecimento de dúvidas também deve ser feito diretamente com o responsável pela cirurgia.

    A cirurgia ortognática é um passo muito importante aos pacientes, pois ela pode acabar com problemas que o acompanharam durante toda a vida. Por ser um procedimento que envolve a estrutura óssea, só pode ser realizado na fase adulta, para não gerar ainda mais problemas durante a fase de crescimento.

    A recuperação exige colaboração do paciente com as instruções repassadas pelo cirurgião. É indicado o repouso em casa durante pelo menos 15 dias, alimentando-se apenas de líquidos e alimentos pastosos conforme a evolução. Para evitar lesões e ter um resultado excelente, é necessário aguardar pelo menos 3 meses para ingerir alimentos normais e, no mínimo, 6 meses para a realização de atividades físicas.
     
    Quer um diagnóstico mais preciso?

    Buscar um ortodontista para o primeiro reconhecimento é o ideal. Assim, ele irá indicar qual será o próximo passo. Procure um profissional que esteja atualizado com as novidades da tecnologia para ter ainda mais precisão no diagnóstico. O OccluSense®, por exemplo, é um sistema digital que está revolucionando a forma de detectar a pressão oclusal.

    Lembre-se: antes de qualquer procedimento cirúrgico é sempre bom ouvir mais de uma opinião. Assim, você pode analisar se a cirurgia é realmente necessária.

    Você é dentista e quer saber mais sobre os produtos da Bausch? Clique aqui para acessar nosso catálogo ou entre em contato com a gente!
     

    Facebook Comments